Nomes

Pode ser que alguns já tenham reparado no meu grande interesse por nomes e pela etimologia em geral. Para mim, a parte de nomear um personagem, local, objeto ou qualquer outro elemento de uma história é de grande importância. Desde a sonoridade do nome, sua simplicidade ou complexidade até seu significado, tudo isso conta muito na hora de eu decidir do que será batizada cada criação minha.

Achei, então, que seria interessante fazer um post falando dos significados dos nomes dos meus personagens e alguns comentários a respeito deles, como por exemplo por que os escolhi.

Seguem abaixo os nomes de todos os personagens que aparecem até o fim do capítulo 4.

Gabriel

Vem do nome hebraico Gavri’el que significa “homem forte de Deus” ou “herói de Deus”. Gabriel é um dos sete arcanjos na tradição hebraica. Ele aparece tanto no Velho Testamento quanto no Novo Testamento, onde ele atua como o anunciador dos nascimentos de João para Zacarias e de Jesus para Maria. De acordo com a tradição islâmica, ele foi o anjo que ditou o Alcorão para o profeta Maomé. Gabriel é o único anjo além de Miguel a receber um nome nas Escrituras cristãs. Este nome tem sido ocasionalmente usado na Inglaterra desde o século XII. Não era comum no mundo da língua inglesa até o final do século XX.

Motivos de eu tê-lo escolhido: Acho que foi o nome mais perfeito que eu poderia dar para o Gabriel (o da história, claro). Antes mesmo de saber o seu significado e outros detalhes a seu respeito, eu já o achava um nome com uma sonoridade muito boa e um dos meus preferidos, além de quase todos os Gabrieis que eu conheço e conheci serem pessoas que realmente pareçam um pouco com o Gabriel de Elementais, seja na personalidade ou aparência física. Para ele e para o Felipe, fiz uma lista imensa com uns 20 nomes para garotos que eu achava legais e fui eliminando um a um até chegar a apenas dois. E assim, tendo também como base o significado do nome, achei apropriado dá-lo ao gêmeo mais velho e mais heroico.

Felipe

Vem do grego Philippos, que significa “amigo de cavalos”, composto dos elementos philos (amigo) e hippos (cavalo). Este foi o nome de cinco reis da Macedônia, incluindo Filipe II, pai de Alexandre, o Grande. O nome aparece no Novo Testamento pertencendo a duas pessoas consideradas santas. A primeira, um dos doze apóstolos, a segunda, uma figura antiga da Igreja Cristã: Filipe, o Evangelista. Este nome era inicialmente mais comum entre os Cristãos do Oriente, embora tenha vindo para o Ocidente em meados da Idade Média. Foi o nome de seis reis da França e cinco reis da Espanha. Foi regularmente usado na Inglaterra durante a Idade Média, apesar de o rei espanhol Filipe II, que tentou uma invasão à Inglaterra, ter ajudado a torná-lo menos comum em meados do século XVII. Foi revivido no mundo da língua inglesa no século XIX.

Motivos de eu tê-lo escolhido: Como dito antes, ele foi um dos dois selecionados entre cerca de 20 nomes para ser usado em um dos gêmeos protagonistas. Assim como Gabriel, esse nome possui uma sonoridade muito boa pra mim e funciona como um nome brasileiro ao mesmo tempo muito comum mas muito legal. Para mim, tem tanto um toque de alguém jovial e informal quanto um aspecto requintado (talvez por ter sido usado por tantos nobres, hehe), e acho que isso é a cara do Felipe (meu personagem, claro). Achei o significado “amigo de cavalos” engraçado, mas nada teve a ver com a minha escolha.

Riko

Como todos os nomes japoneses, Riko pode ter uma série de significados dependendo dos kanji (ideogramas chineses que possuem significados próprios) que são utilizados em seu nome. Poderia ser ri de “jasmim” ou de “verdade”, por exemplo, combinados com a típica terminação ko para meninas, que significa “criança”. No caso da Riko de Elementais, seu nome é escrito em katakana, não possuindo nenhum significado específico.

Motivos de eu tê-lo escolhido: Antigamente, nas primeiras versões de Elementais, seu nome era Rikku. Mas esse foi um erro de amigas minhas que criaram a personagem, já que o normal no Japão é que a terminação do nome de garotas seja ko e não ku. Fiz a modificação e é o que é hoje. Acho-o um nome simples, mas funcional, forte. Preferi não usar kanji pra escrever o nome dela e sim katakana pra que seu nome se destacasse dos demais personagens japoneses que ainda aparecerão.

Rumiko

Também pode ter uma vasta gama de significados dependendo dos kanji usados. Dois dos significados mais comuns seriam “criança da beleza fluente” e “criança da beleza que detém”, esse sendo inclusive o significado do nome da famosa mangaká Rumiko Takahashi. Assim como com a Riko, o nome da Rumiko de Elementais é escrito com katakana e não kanji, não tendo, assim, um significado.

Motivos de eu tê-lo escolhido: Nas versões antigas de Elementais, Rumiko chamava-se Rumiku. É também outro erro de suas criadoras. Fiz o ajuste e deixei esse nome mesmo por achá-lo muito bonito.

Leonardo

Forma italiana, espanhola e portuguesa do nome Leonard, que significa “leão valente” ou “força de leão”, derivados dos elementos germânicos levon (leão) e hard (valente, forte, robusto). Este foi o nome de um santo franco do século V que é patrono dos prisioneiros e cavalos. Este nome foi trazido para a Inglaterra pelos normandos, embora não tenha se tornado comum até o século XIX.

Motivos de eu tê-lo escolhido: É um nome do qual sempre gostei muito, talvez pela sua associação com o leão, um animal que adoro. Costumo brincar com as pessoas que esse é um nome que daria para meu filho caso tivesse um filho homem. Bem… Acho que já tive um filho com esse nome, então. O Léo, ué, hehe. O engraçado é que o Léo da história tem muito mais a ver com lobos do que leões. E isso ficará mais evidente em capítulos posteriores.

Sérgio

Forma italiana, espanhola e portuguesa do nome Sergius, um nome romano que significa “servente” em latim, mas provavelmente de origem etrusca. São Sergio foi um soldado romano do século IV que foi martirizado na Síria. Ele é o patrono dos nômades cristãos do deserto. Outro santo com esse nome foi um líder espiritual russo do século XIV. O nome também era tido por quatro papas.

Motivos de eu tê-lo escolhido: Eu precisava de um nome que não me fizesse me lembrar de nenhum garoto que fosse imprudente, impulsivo, desbocado e bobo demais, ou seja, que não me fizesse lembrar de 95% dos garotos brasileiros de 14 anos. Como eu nunca conheci um Sérgio próximo de mim, resolvi usar esse nome que eu acho que combinou muito bem com o personagem. Além disso, o personagem Serge, protagonista do jogo Chrono Cross, também serviu como uma pequena influência. Ele é calado mas é jovial e tem um lifestyle praiano, já que vive próximo ao mar. Lembra o Sérgio, hã?

Dimitri

Variante de Dmitriy, forma russa de Demetrius, que por sua vez é a forma latinizada do nome grego Demetrios, o qual derivou-se do nome da deusa grega Deméter, podendo, assim, talvez significar “seguidor de Deméter”. Reis da Macedônia e do Império Selêucida tiveram este nome. Este também foi o nome de vários santos, incluindo um São Demétrio que foi martirizado no século IV.

Motivos de eu tê-lo escolhido: Foi na verdade muito simples. Eu queria um nome que fosse mais ou menos raro, mas que não fosse estranho ou bizarro. Lembrei que já conheci um Dimitri ou dois e decidi ir com esse. Pra mim, é um nome meio que imponente e pomposo. Ou seja, gostei muito, hehe. E acho que tem bastante a ver com o meu personagem. Além disso, eu queria fazer uma brincadeira com os nomes do Dimitri, da Lavínia e do Thadeu. Cada um deles seria de uma origem diferente e para o Dimitri eu escolhi um de origem grega.

Marcos

Deriva-se de Marcus, um nome romano que por sua vez provavelmente derivou-se do nome do deus romano Marte. São Marcos foi o autor do segundo Evangelho do Novo Testamento. Ele é o santo patrono de Veneza, onde está supostamente enterrado.

Motivos de eu tê-lo escolhido: Simplesmente soava legal e está entre os nomes de que mais gosto. O engraçado é que só lembro de ter conhecido um Marcos em toda a minha vida.

Lavínia

Significado desconhecido, mas provavelmente derivou-se de Lavínio, nome de uma cidade etrusca mais antiga que Roma. Nas lendas romanas, Lavínia era a filha do Rei Latino, a esposa de Eneias e a ancestral do povo romano. De acordo com as lendas, Eneias nomeou a cidade de Lavínio em honra de sua esposa. Um nome clássico revivido na Renascença e novamente usado a partir do século XVIII.

Motivos de eu tê-lo escolhido: Eu queria fazer uma brincadeira com os nomes do Dimitri, da Lavínia e do Thadeu. Cada um deles seria de uma origem diferente e para a Lavínia eu escolhi um de origem romana. Os motivos não vão muito além disso.

Thadeu

Forma portuguesa de Thaddaios, a forma grega do nome aramaico Thaddai. É possivelmente derivado de uma palavra que significa “coração”, mas pode ser na realidade uma forma aramaica de algum nome grego como Theodoros (Teodoro, que significa “presente de Deus”). No Evangelho de Mateus, Tadeu é listado como um dos doze apóstolos, embora em outros lugares do Novo Testamento seu nome seja omitido e Judas apareça em seu lugar. É provável que os dois nomes se refiram à mesma pessoa.

Motivos de eu tê-lo escolhido: Eu queria fazer uma brincadeira com os nomes do Dimitri, da Lavínia e do Thadeu. Cada um deles seria de uma origem diferente e para o Thadeu eu escolhi um de origem bíblica/aramaica. Além disso, o nome Thadeu já tem boiado na minha cabeça por algum tempo para eu usá-lo em algum personagem. Eu estava planejando usá-lo em alguém mais novo e rebelde, mas no fim acho que fiz uma boa escolha.

Jaime

Forma espanhola e portuguesa de James, que é a forma inglesa do nome latino Iacomus, o qual derivou-se de Iakobos, a forma grega do Novo Testamento do nome hebraico Ya’aqov (Jacó). Este nome, James, no caso Tiago em português, era o nome de dois apóstolos no Novo Testamento. O primeiro era Santiago Maior (também conhecido como Santiago, o Grande e Santiago de Compostela), irmão do apóstolo João, que foi decapitado a mando de Herodes Agripa I no Livro de Atos. O segundo era Santiago Menor (ou apenas Tiago), filho de Alfeu. Outro Tiago (conhecido como Tiago, o Justo) também é mencionado na Bíblia como sendo o irmão de Jesus. Desde o século XIII esta forma do nome (James) tem sido usada na Inglaterra, embora tenha ficado mais comum na Escócia, onde foi usada por vários reis. No século XVII o rei escocês Jaime VI herdou o trono inglês, tornando-se o primeiro governante de toda a Grã-Bretanha, e assim o nome ganhou muito mais popularidade.

Motivos de eu tê-lo escolhido: Acho que foi porque eu tinha um amigo que tem um irmão mais novo chamado Jayme (é, acho que o dele era com “y”). Não consigo realmente pensar em outro motivo específico. Me pareceu combinar com o personagem e então usei. Acho que foi um dos mais simples!

Ângela

Forma portuguesa feminina do nome latim masculino medieval Angelus o qual derivou-se do nome da criatura divina anjo (que vem do grego angelos que quer dizer “mensageiro”).

Motivos de eu tê-lo escolhido: Queria um nome que soasse como uma mãe amorosa e presente, quase como um verdadeiro anjo da guarda, mesmo, hehe. Lembro que da primeira vez que eu visualizei a Ângela, esse nome me veio à cabeça na hora. Depois de confirmar seu significado, pensei: “Perfeito! É esse mesmo!” E assim ficou.

Anúncios

4 Respostas para “Nomes

  1. O peso de um nome de um lugar/objeto/pessoa numa história,num caráter cultural é enorme. Mas eu prefiro acreditar que um nome será lembrado pela conduta daquele que o carrega. Nem sempre o nome de um grande personagem na história mundial é dado a um homem de tamanha glória. Apesar de não estar em posição de dar dicas a você,acho que vale lembrar o quanto a história de um personagem tem como justificativa ao seu nome,porque assim ele será lembrado. (As vezes nem acredito nas coisas que eu escrevo O.o)

    • Entendo! Realmente, acho que é importante usar nomes “de renome” também, hehe. Aliás, sabia que o fato de, digamos, alguém não muito bem visto influencia no quanto as pessoas dão seu nome para os filhos? Por exemplo, depois de Hitler, a quantidade de bebês com o nome Adolf, Adolfo ou outras formas desse nome caiu absurdamente mundo afora.

      Acho que um dos motivos de eu ter escolhido, por exemplo, Gabriel pra um dos protagonistas foi justamente porque esse nome é bem visto. Ele é muito bem visto em religiões como o cristianismo e o islamismo, então ter um protagonista que possa ser bem aceito às vezes até pelo seu nome tem lá sua importância, hehe.

  2. nossa, tu pensa mesmo em tudo, hein. Mas acho bacana essa sua importancia com os nomes dos personagens. Dá mais força ainda para a história.

    P.S: Divulguei Elementais lá no meu blog. XD

    • Haha, é, eu gosto de pensar em algumas coisas inúteis. Eu digo inúteis, mas na verdade essas coisas têm sua pequena importância pra mim, sim.

      E cara, valeu!! O post lá ficou ótimo! Meu número de visitas disparou, te juro! Hehe.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s